Festival Forte – Na linha da frente da música electrónica



O Festival Forte está de regresso ao Castelo de Montemor-o-Velho A partir do dia 22 e até dia 25 de Agosto, todos os caminhos vão dar a este cenário mágico.

Pelo sexto ano consecutivo, pelo Forte vão passar nomes grandes da música electrónica sempre aliados à identidade artística do festival, que desdesempre se propôs a explorar as ligações entre a música, performance e arte generativa.

Um dos grandes destaques deste ano vai para a performance de abertura a cargo do mexicano Murcof e do francês Malo Lacroix. Murcof é conhecido pela sua electrónica minimalista repleta de influência de música clássica, ambient ou drone, criando o set perfeito para a colaboração com Malo Lacroix. Já o trabalho de Lacroix gravita entre a produção digital e vídeo, recorrendo a variadíssimos de materiais, como espelhos, metais, filme, vidro e o próprio corpo.

Além da música que vão poder ouvir, onde saltam à vista nomes como Dave Clarke, Rhys Fulber (Front Line Assembly), Boston 168 ou o repetente Oscar Mulero, o Festival Forte tem preparadas uma série de experiências que vão ocupar o espaço do Castelo. Destacamos o Generative Garden a cargo de Jaygo Bloom (colaborador de longa data do Forte), ou a transformação da estufa a partir de uma performance especial de Raven Kwok.

A beats catcher escolheu o Festival Forte como a “top rave” deste verão, e percebe-se porquê. O espaço idílico longe da azáfama da cidade, protegido pelas muralhas do castelo e pelo seu cartaz e identidade fenomenais, que os põe na vanguarda dos festivais do género.

Os bilhetes estão à venda e ainda podem garantir os vossos (passes gerais e bilhetes diários) aqui.